Publicado 07/12/16 às 16:26

Rosso ministro?

O nosso passarinho voou lá pelas esferas federais. Nós descobrimos que o candidato a presidência da Câmara dos Deputados, Rogério Rosso (PSD) teve o nome cogitado para ser ministro do governo Michel Temer. As opções seria a Ministério da Secretaria de Governo antes ocupado por Geddel Vieira ou mesmo a Casa Civil, já que Eliseu Padilha está prestes a cair. 


Ninguém sabe e muito menos Rosso sabe de onde vem tanto capital político. Cenas dos próximos capítulos. 

Fonte: Redação 

Publicado às 15:52

Comissão barra Organizações Sociais. Será que a CLDF vota?

Uma comissão especial que analisava a implantação ou não das Organizações Sociais (OSs) no DF foi concluída. A comissão aprovou um projeto de lei complementar vetando as OSs em Brasília, ou seja, esse tipo organização ficaria impedida de operar na Saúde Pública do DF. 

Para virar lei em definitivo é preciso que o plenário da Câmara Legislativa aprove.

Agora só resta saber se os deputados distritais terão coragem de votar esse tema tão polêmico. O governador Rodrigo Rollemberg irá fazer de tudo para impedir. 

Irá ele conseguir? 

Fonte: Redação 

Publicado às 00:22

Sucessão da CLDF: O PT-DF já escolheu

O PT-DF vai anunciar na próxima quinta-feira, 8, o seu candidato a presidência à Câmara Legislativa. Não é segredo para ninguém que o escolhido é Agaciel Maia(PR). Wasny de Roure, Ricardo Valle e Chico Vigilante (foto) já bateram o martelo.

Já são três votos de partida. Se Agaciel levar o PT, enfim consegue a tão sonhada vaga na Mesa Diretora. 

Próximas cenas...

Fonte: Redação 

Publicado 06/12/16 às 23:53

Sandra, a candidata

A deputada distrital, Sandra Faraj (SDD) está no páreo, sim. Um de seus colegas deixou uma frase no minimo enigmática para este blog. "Não subestime a candidatura da Sandra," alertou. O nome de Sandra seria uma especie de terceira-via e poderia levar a eleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa para o segundo turno. Essa é intenção. 

Será que sai do papel? 

Rollemberg só observa. 

Fonte: Redação  

Publicado às 20:21

Arruda volta pela metade


Nessa terça-feira,6, chuvosa um personagem da política de Brasília sorriu a toa. O nome dele é o ex-governador José Roberto Arruda. Sim, ele mesmo. Podemos dizer que parcialmente Arruda voltou ao cenário político. 

Hoje a quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou, na tarde desta terça-feira, que o aparelho de escuta ambiental usado por Durval Barbosa para interceptar conversas de investigados na Caixa de Pandora passe por perícia. O procedimento será feito sete anos após a descoberta do caso e deve atrasar ainda mais o desfecho do maior escândalo de corrupção já visto no Distrito Federal. (leia a matéria no Metrópoles) 

Com isso a Caixa de Pandora fica anulada e sim, Arruda pode sonhar com uma candidatura em 2018. Um fonte nos informou que o "careca" vibrou e prometeu voltar ao cenário político. Agora não se sabe a que cargo ele virá. Mas uma coisa é certa: parcialmente Arruda voltou! Agora é esperar o desenrolar de outros processos. 

Fonte: Redação 

Publicado às 12:33

O Professor e os aproveitadores


A segunda-feira, 5, foi de alvoroço nas redes sociais. A caixa de entrada do meu whatsapp ficou lotada com a imagem de um menino que teria sido castigado pela direção de um escola de Planaltina. Confesso estou triste até agora. Já que também sou pai de um rapaz de 12 anos, a mesma idade do menino envolvido. A imagem choca agora vamos as verdades.

A informação veiculada na imprensa é de que a ordem teria partido do vice-diretor Jordenes da Silva. Inclusive ele foi até a uma delegacia de Polícia prestar esclarecimentos. Não foi preso, detido ou algo parecido, ele precisou dar explicações sobre o episódio. Ele disse que repreendeu o menino que estava tendo mal comportamento. 

A imagem do menino sem seus chinelos choca, e sim precisam ser explicadas. A Secretaria de Educação precisa apurar com rigor e saber se essa é a conduta da escola.  E punir quem for de direito. Essa maneira legal e justa. 

O outro lado é que nessa história há muita picuinha política. O que não falta é gente se aproveitando do episódio para obter vantagens. Jordenes foi candidato a deputado distrital em 2014 e obteve quase 11 mil votos. Em Planaltina muitos querem que o professor "se lasque." A liderança de Jordenes incomoda e disso ninguém discorda. 

Antes desse episódio ele era franco favorito a ser o deputado da cidade. Agora não se sabe como ele sairá desse episódio. Os conselheiros tutelares presentes na ocorrência  são ligados a deputados distritais. Afirmamos isso com propriedade. Fizeram politicagem, sim. 

Muitas lideranças comunitárias são incompetentes e tentam fazer os seus nomes por meio da desgraça alheia. Trabalhar pela comunidade ninguém quer. Certas "lideranças" são tão aproveitadoras como políticos com mandatos. Sem generalizar. Alguém tem dúvidas do acabei de escrever? 

O Professor Jordenes é aquele político que costuma dar "carne para cavalo" , na época das eleições apareceu seu irmão ostentando notas de 100 reais. Recentemente ele deu um feliz aniversário para um seguidor que já havia falecido. Um tremendo vacilo no mundo das redes sociais  Agora essa história da criança. O cara sabe que é alvo e sempre se coloca na mira. Isso é inocência, burrice ou ele gosta mesmo é de viver perigosamente. Difícil entender. 

A intenção não é de massacrar ninguém ainda porque eu odeio esse julgamento patético das redes sociais. Todos querem ser juízes, mas tem o rabo mais sujo do que aquele que está sendo crucificado. Eu prefiro mostrar os fatos como eles são. Assim que deve ser. 

Resumo da Ópera:  Em política o mais inocente rouba doce de criança. Esses são os aproveitadores da era das redes sociais. 

Está dito! 

Atualização 20:26 - Algumas pessoas estão atacando o deputado distrital Cláudio Abrantes (Rede) nas redes sociais.  Só que o parlamentar não tem nada haver com ocorrido até onde apuramos. Cautela amigos...

Fonte: Redação 

Publicado às 10:48

Sucessão da CLDF: A teimosa e a caneta


Atualmente a eleição da Mesa Diretora é o fato mais emocionante da política do DF. A única coisa que pode tirar as coisas do marasmo. Nos bastidores o clima ferve e as conspirações estão a todo vapor. Há vários interesses e interessados. 

A principal queda de braço está entre o governador Rodrigo Rollemberg e a deputada distrital, Celina Leão que sofreu com a operação Drácon. O governador tenta emplacar Agaciel Maia(PR) e já se articula pessoalmente para isso. 

Sua missão é fazer Joe desistir de sua candidatura e assim abrir caminho para Agaciel. Do outro lado, Celina tem uma certa influencia nos bastidores, um grupo a acompanha e os planos são de lançar uma terceira-via. Isso bagunçaria o cenário. 

Nesse enrendo ninguém está "abatido" - O governador conta a com a poderosa e implacável caneta. Já Celina tem a teimosia como aliada. 

Quem vence esse jogo? Quem sairá vencido? Nem o melhor vidente da terra é capaz de decifrar esse cenário. 

Fonte: Redação 

 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados