11/12/2017 às 19:00

General pode disputar o Buriti

às 18:31

Rollemberg e o desperdício



*Por Dr. Gutemberg Fialho 

Para onde vão e por que R$ 323 milhões destinados ao SUS-DF não foram executados pelo governo Rollemberg ao longo de 2017? A matemática é simples: quanto menor o investimento no sistema público de Saúde, maior o número de mortes evitáveis. Ainda assim, a atual gestão do Buriti insiste na omissão e segue diminuindo a aplicação efetiva da verba destinada à área: uma queda de 70,55% no decorrer dos últimos quatro anos, segundo levantamento no Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo). 

A situação, diante do caos em hospitais e unidades públicas de saúde do DF, chama a atenção, inclusive, do Ministério Público do DF, que cobrou explicações ao secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Contudo, por mais que o GDF se esforce para arranjar desculpas, a resposta é uma só. Os R$ 323 milhões que poderiam ter salvado centenas de vidas não foram executados por absoluta falta de vontade. Não foram usados nos hospitais e unidades públicas de Saúde porque o objetivo está longe de ser esse.

Será que Rollemberg e Humberto Fonseca pouparam para gastar naquilo que, de fato, lhes interessa?

Estranhamente, após não executar - diante do atual caos na Saúde - R$ 323 milhões voltados à rede pública, agora, no início da última semana, foram publicados no Diário Oficial do DF (DODF) os regulamentos próprios de contratação de pessoal e de compras para o tal Instituto que, a qualquer custo – inclusive ao custo de vidas – deve começar a funcionar em janeiro do próximo ano.  Até porque, como afirmei em outras situações, o Instituto Hospital de Base será utilizado por Rollemberg, na tentativa de reeleição, como a suposta solução para a saúde do DF.

Neste sentido, o contingenciamento de R$ 323 milhões do SUS-DF parece apontar para um caminho tão obscuro quanto a própria criação do Instituto Hospital de Base. E se isso se confirmar ao longo dos próximos meses, Rollemberg provará que, na sua gestão, os fins justificam os meios. Tanto é que, enquanto os investimentos na Saúde caem, as cifras voltadas à publicidade aumentam a cada ano. Entre 2015 e 2016, por exemplo, o gasto com propaganda teve acréscimo de nada menos do que 68,9%. 

No mesmo período, vale recordar, em vez de investimentos, a única coisa que cresceu nos hospitais públicos do DF foi o número de mortes evitáveis, um salto de 20%.
E como os números não mentem, no fim das contas, entre investimentos e a não execução de orçamentos, o saldo é evidente. 

Em vez de vidas, Rollemberg prefere salvar a própria imagem, sem medir esforços para criar ilusões, como o próprio Instituto Hospital de Base: uma das maiores farsas da sua tentativa de reeleição.

 Dr. Gutemberg Fialho é presidente do Sindicato dos Médicos do DF

08/12/2017 às 19:26

Goudim se filia ao PMB

às 16:09

Um Passarinho Me Contou



...que um novo partido está na pista e todos estão de olho: o PHS...

...que o novo presidente do partido enrolado é Cristian Viana que já está com o telefone tocando sem parar...

...que muitos estão mandando; "oi sumido", para Cristian. Como a política dá voltas...

...que se você tem partido está abandonado e com a autoestima baixa. Não se preocupe ligue para o governador Rodrigo Rollemberg...

...que uma certa amante de um político famoso está falando mal do sujeito por todos os lados. Gravações não faltam no acervo da concubina...

...que quase ninguém fala do PPL de Camapanella, mas uma coisa é certa: candidatura de Goudim Carneiro ao Palácio do Buriti nem pensar...

...que Rollemberg também deseja o PPL. Será que Campanella, sabe?...

...que uma pesquisa para deputado federal que o blog teve acesso coloca esses nomes em destaque: Erika Kokay, Alberto Fraga, Rogério Rosso, Izalci Lucas, Joaquim Roriz Neto, Toninho do Psol, Tadeu Filippelli, Eliana Pedrosa, Joe Valle, Paulo Octávio, Flávia Arruda, Agnelo Queiroz, Celina Leão, Professor Pacco, Laerte Bessa, Júlio César, Cristiano Araújo, Juraci Tesoura de Ouro, Augusto Carvalho, Paulo Fernando, Jaime Recena, Miguel Lucena, Marcos Dantas. Nessa exata ordem...

...que a eleição de federal será uma das mais disputadas de todos os tempos, a concorrência está grande serão farpas para todos os lados...

...que Alberto Fraga quer ser o grandão, mas o DEM-DF é um partido nanico. Será que os articuladores segunda divisão se atentaram a isso?...

...que Tadeu Filippelli deve ser concentrar em ter seu foro privilegiado, o resto é conversa fiada... 

Eita Passarinho que sabe de coisas, gente! 

Por Odir Ribeiro 

Fonte: Redação

às 10:40

Frejat, Filippelli, Alirio, Izalci deixam partidos enfurecidos


Há tempos estamos dizendo que a tal direita do DF é uma classe desunida e daqui poucos minutos teremos mais uma prova disso. Nessa sexta-feira,8, Jofran Frejat(PR), Alberto Fraga (DEM), Tadeu Filipelli, Alírio Neto(PTB) e Izalci Lucas (PSDB) tem almoço marcado. 
O prato principal: eleições de 2018 e suas articulações. 

Só que “esqueceram de avisar” os partidos menores. Resultado: uma baita indigestão política.

Com a debandada de aliados em seu governo, só restou ao governador Rodrigo Rollemberg assediar os partidos pequenos. E o canto da sereia é sedutor, secretarias e administrações vem sido oferecidas.

Não se assustem se, ainda esse ano, ocorrer uma nova dança das cadeiras para acomodar novos aliados de Rollemberg.

Fonte: Redação

07/12/2017 às 19:15

Um Passarinho Me Contou




...que Tadeu Filippelli (PMDB) está mais isolado que nunca nas articulações. Nem a sua absolvição do Tribunal Superior Eleitoral(TSE) muda isso...

...que a companhia de Ibaneis Rocha está fazendo bem a Filippelli. Já digo uma coisa: os adversários que se cuidem: quem avisa...

...que Filippelli dizer que é candidato a governador é puro blefe para valorizar o passe...

...que coisa nenhuma, o candidato é Ibaneis Rocha e Filippelli não ouse dizer o contrário...

...que o PP e Paulo Octávio tem uma ótima relação e que isso pode render um "namoro"...

...que o Pros não está tão aliado assim ao governador Rodrigo Rollemberg que precisa ficar de olho pode rolar uma barriga de aluguel...

...que alguns deputados distritais querem sair dos seus partidos, mas as outras legendas não estão aceitando com medo da concorrência...

...que Ricardo Vale não prosperá no PT-DF, e ainda deu as costas para o PDT que até hoje está magoado. Tenso...

...que o comunicador Todi Moreno irá em breve estrear o seu programa, "O Conciliador" - Todi será uma especie de Celso Russomano do cerrado...

...que o passado condena é um filme que atormenta todos os pré-candidatos ao Palácio do Buriti. Tudo sendo revirado de cabeça para baixo...

..que se você candidato ao GDF, já teve relações "homo", banca amantes com carros luxuosos, viagens ostentadores onde você não aparece. Cuidado candidato ao Buriti! Você foi investigado...

Eita Passarinho que sabe de coisas, gente! 

Por Odir Ribeiro 

Fonte: Redação

às 14:59

Wanderley, os egos e a terceira-via


Uma especie de guerra de nervos ronda os bastidores das articulações ao Palácio do Buriti. Hoje "todo mundo" quer ser candidato a governador. Alguns se acham inventores do pênis de tanto ego. Cuspir fogo realmente de nada adianta. 

Mas um nome em si tem chamado a atenção dos articuladores de plantão: Wanderley Tavares presidente do PRB e empresário do ramo tecnológico. No começo suas pretensões políticas foram levadas como piada. Mas políticos tradicionais estão percebendo que a frente de partidos arquitetada por ele e o senador Cristovam estão dando trabalho nos bastidores. 

Esses dias Wanderley foi conversar com um certo político tradicional e o personagem ficou bem puto com Tavares, pois, ele não abre mão de seu projeto e isso tem deixado a turma abismada. 

PRB-PSC-Podemos-PDT-PHS estão juntos e misturados. Nesse cinturão de partidos estão o presidente da Câmara Legislativa Joe Valle e Eliana Pedrosa será um desafio e tanto articular com esses nomes de peso.

A frente partidária ainda pode ter a companhia do PSD de Rogério Rosso e do vice-governador Renato Santana. As articulações estão em curso, mas Rosso e sua turma são ossos duros de roer  

Para destrinchar as coisas: o PSD de Rosso se não alia com o PMDB de Tadeu Filippilli nem pensar. No momento sobraria Alírio Neto e a turma de Wanderley Tavares. Vale a pena pensar nessas linhas. 

Há notícias que Wanderley Tavares tem uma pesquisa em mãos onde já aparece com cerca de 2% das intenções de votos. Vale lembrar que todos os levantamentos mostram 60% do eleitorado indeciso juntando  brancos e nulos. Portanto, o cenário é mais que favorável a uma terceira-via.

Wanderley Tavares, Cristovam Buarque, Joe Valle e Eliana Pedrosa podem estar com o faca e o queijo nas mãos. A ciumeira do meio político e os egos podem ser o obstaculo dessa frente partidária. Fora isso, a intenção é boa e o cenário é propício. 

Não sabemos se o projeto irá a frente, mas Wanderley e companhia estão remando de acordo com a maré. 

Daqui a pouco a gente volta! 

Fonte: Redação 

 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados