21/02/2017 às 00:58

Rollemberg e Joe: paz

Havia uma animosidade entre o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT) e o governador Rodrigo Rollemberg. O aumento das passagens de ônibus e metrô foi o pano de fundo. Mas na atualidade está tudo paz e amor. 

Joe ajuda Rollemberg e os cargos continuam intocáveis.  

Em política a palavra rancor é a protagonista. 

Segue o jogo...


Fonte: Redação 

às 00:51

Telma continua

A deputada Telma Rufino (Pros) deve continuar na Comissão de Assuntos Fundiários (CAF). Uma setor fundamental. A questão de uso de terras públicas passa por lá. Pesou a favor da deputada a lealdade que ela teve com o governador Rodrigo Rollemberg. 

A fidelidade de Telma chamou à atenção do Palácio do Buriti. Nas principais votações, a distrital estava lá firme e forte. O governador comenta que "Telma Onça" é braba virada no tetéu, mas é leal. 

Com isso, Cristiano Araújo abre mão da CAF. 


Fonte: Redação 

20/02/2017 às 23:29

Prudentinho no ninho


O Palácio do Buriti tem o deputado distrital Rafael Prudente (PMDB) em boa conta. Inclusive ele é visto como aliado do governo. Dizem que nas votações das comissões que deve ocorrer nesta terça-feira,21. Prudentinho não será empecilho para as pretensões de Rollemberg. Portanto, caminho aberto para Agaciel Maia(PR) continuar na Comissão de Orçamento e Finanças (Ceof)

Mesmo com Filippelli sendo oposição a Rollemberg, Prudente está em alta com o governador Rodrigo Rollemberg. 

Entre seus colegas distritais isso não é nenhuma novidade. 

Fonte: Redação 

às 13:21

PSB-DF e seu “presidente”: O viajante


*Por Cris Oliveira

Parece que o Partido Socialista do DF não vive dias radiantes depois que trocou de presidente. Segundo fontes, Jaime Recena gosta muito de cuidar do seu futuro político e não vem sendo atuante e receptivo com os seus correligionários.

Convidado a participar de eventos dos futuros pré-candidatos do partido, Jaime não dá sequer sinais de uma possível vaga em sua agenda. Só comparece mesmo nos eventos da Secretária Adjunta de Turismo. O que preocupa a muitos, é que o partido hoje tem uma nominata forte para deputados distritais, mas se continuar sem muita interlocução com os mesmos poderá perdê-los brevemente.

Parece que o Governador não acertou quando tirou Marcos Dantas da presidência do partido ao colocar alguém que não sabe lidar com as costuras dos bastidores da política.

Fica um lembrete à Jaime Recena: em um partido político ninguém se elege sozinho. A vitória vem da soma de todos os candidatos! Fica a dica.

*Cris Oliveira é editora do Blog da Cris 

19/02/2017 às 00:18

Rollemberg bota o bloco da reforma administrativa na rua


O governador Rodrigo Rollemberg nesse carnaval está colocando o bloco da paz na rua. Depois das eleições das comissões Rollemberg irá dar espaço aos deputados distritais.

Uma conversa antiga que irá ser colocada em prática. Várias administrações já estão comprometidas com os parlamentares governistas. Uma dessas é a do Recanto das Emas além do Paranoá que está no radar. As administrações que estão com comando interino estão no mapa vide, Itapoã e Sobradinho II.

Um dos parlamentares que irão voltar para a base é Cristiano Araújo (PSD), junto com Rogério Rosso, presidente do partido que está fazendo as pazes com Rollemberg. Rogério pretende caminhar com o governador até 2018. Várias conversas entre Rodrigo e Rosso aconteceram nesse final de semana.

Dizem que uma certa pesquisa ao Palácio do Buriti animou o governador e aliados. No levantamento Rollemberg está com dois dígitos e os seus adversários estão ali bem próximos. Uma especie de empate técnico. A tese que na política do DF está faltando nomes está comprovado. Um sinal de alerta. 

Mas o otimismo palaciano deve parar por aí, a situação é crítica e as chances de vitória são bem difíceis.  

Essa semana será decisiva. Alguns distritais irão sorrir e outros vão chorar.

Agora é só dizer: Pega fogo cabaré!

Fortes emoções...

Fonte: Redação

18/02/2017 às 12:19

Campanella diz que PPL-DF pode lançar candidato ao Palácio do Buriti

Nessa última sexta-feira,17, publicamos uma matéria sobre a corrida ao Palácio do Buriti (leia aqui).  Um dos partidos citados pela postagem foi o PPL-DF presidido por Marco  Antônio Campanella um aliado histórico do ex vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB). 

Só que Campanella contestou a nossa matéria e disse que uma aliança com o PMDB nesse momento é "remota". "Somos oposição ao governo Temer e nesse momento as chances de aliança com o PMDB não existem," ressaltou o zangado Campanella.

Pois é, o homem estava zangado com nós. "Quando quiser saber algo sobre o PPL-DF ligue para nós. Você não irá errar uma", esbravejou Campanella.

Uma revelação nos surpreendeu, Campanella deixou escapar que pretende lançar um candidato ao Palácio do Buriti nas próximas eleições. Olha aí Eliana Pedrosa! A ex-deputada distrital está procurando partido para se lançar ao Buriti. Quem sabe?

Só que Campanella não sabe é que Tadeu Filippelli conta com o PPL na sua empreitada.
Se a indignação de Campanella com o governo federal

for do jeito que constatamos, Filippelli pode tirar o cavalinho da chuva.

O tempo dirá...

Fonte: Redação 

17/02/2017 às 13:37

A corrida para o GDF está a todo vapor

A sucessão ao Palácio do Buriti começou mais cedo do que se imagina. As movimentações estão frenéticas. Esse negócio de estar cedo ainda não está intimidando ninguém. Já estão no jogo: Izalci Lucas (PSDB), Alírio Neto (PTB),Tadeu Filippelli (PMDB) e o coringa, a espera da justiça, José Roberto Arruda.


Nesse bolo de nomes há dificuldades de aglutinação. Fraga e Alírio estão tentando se acertar e trazer Izalci a tiracolo. Aliás, Izalci teve a garantia do PSDB nacional que não precisará fazer aliança com o PSB local.

Filippelli está montando uma coalizão de partidos. Com ele já tem o PMDB-PP e o PPL. Um bom começo. Não se sabe como a esquerda irá se montar. Tudo é muito incerto.

Parece que a briga entre a dita direta está intensa. Enquanto isso, o senador Cristovam Buarque (PPS) monta a sua terceira-via.

As eleições 2018 nunca estiveram tão perto. Enquanto isso, Rollemberg e a sua máquina pública só observam.

Fonte: Redação

 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados