Publicado 05/12/16 às 11:26

Abre o olho Joe !

Já cantam pelos quatro corredores que o candidato a presidência à Câmara Legislativa Joe Valle (PDT) tem mais votos que Agaciel Maia (PR). Existe um porém alguns que estão lhe prometendo voto ao mesmo tempo trabalham por outra candidatura. Na atual conjuntura não se pode confiar em ninguém. O tapinha nas costas de hoje pode ser a apunhalada de amanhã. 

Cenas dos próximos capítulos...

Fonte: Redação 

Publicado às 10:56

Te cuida Agaciel!


As coisas começam a esquentar. As eleições da Câmara Legislativa do DF prometem. E a guerra virtual já começou. O alvo da vez é o deputado distrital Agaciel Maia (PTC), o candidato do governador Rodrigo Rollemberg que está na mira. 

Algumas informações desagradáveis começam a circular nas redes sociais. Esse tipo de situação já aconteceu em outros carnavais. Agaciel já deve está vacinado.  

Agora só resta saber de onde partiram os ataques. A guerra de nervos está apenas começando. 

Fonte: Redação 

Publicado 04/12/16 às 23:59

Coluna do Celson Binchi

Rebate

O deputado federal Izalci (PSDB) diz que se deparou com uma campanha sendo veiculada nas redes sociais contra o senador Reguffe e resolveu atuar em defesa do colega. "É uma campanha maldosa e, sobretudo, injusta com um parlamentar que sempre pautou sua vida pública pelo trabalho sério,  honradez e transparência de suas ações. Na legislatura passada, na Câmara dos Deputados, tivemos a oportunidade de debater temas importantes para Brasília e para o país. Convergimos em alguns e divergimos em outros, mas sempre com muito respeito.  Reguffe é um político da melhor estirpe que orgulha o Distrito Federal", diz Izalci.

Não passou batido

Apesar da disputa acirrada nos bastidores, os dois candidatos a presidente da Câmara Legislativa  (Joe Valle-PDT/DF e Agaciel Maia-PR/DF) aparentam clima de harmonia em público. Na foto estão ao lado do atual chefe do legislativo, o deputado Juarezão-PSB/DF.

Punição

A promotora de Justiça Deborah Guerner, do Ministério Público do Distrito Federal, foi condenada a um ano de detenção pela Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). A Justiça substituiu a punição à promotora por uma pena alternativa.  Acusada de envolvimento na Operação Caixa de Pandora, Deborah Guerner foi denunciada  pelo crime de lesão corporal, após ter agredido uma gerente do Banco do Brasil que recusara uma proposta de renegociação de dívidas. 

Punição 2

A servidora do BB teria sido coagida com um objeto pontiagudo. A confusão ocorreu em 2012. Apesar de a pena prevista para o crime ser baixa, o MP defendeu que o processo não deveria ser suspenso porque a promotora já responde a duas ações penais no TRF. No Tribunal Regional Federal, os desembargadores tipificaram a conduta de Guerner como crime de ameaça.

Alimentação

Apesar do incremento da produção agrícola de orgânicos no Distrito Federal, o uso de agrotóxicos ainda é marcante e crescente, em sintonia com o cenário nacional, que coloca o Brasil como o maior consumidor de agrotóxicos do planeta. O tema foi discutido em comissão geral realizada no plenário da Câmara Legislativa.

Alimentação 2

Segundo o pesquisador da Embrapa Hortaliças Vicente Eduardo Almeida, entre 2008 e 2013, o uso de agrotóxicos por unidade plantada (hectare) no DF subiu 63%, ao mesmo tempo em que o registro de intoxicações a cada 100 mil pessoas cresceu 3.519%. "Há uma correlação perfeita entre o aumento no uso desses produtos e o número de intoxicações", afirmou.

Alimentação 3

O presidente da Frente Parlamentar de Segurança Alimentar e Nutricional da Câmara dos Deputados, Padre João (PT-MG), elogiou a discussão na Câmara Legislativa e disse reconhecer a legitimidade dos interesses econômicos envolvidos na aplicação de inseticidas, fungicidas e herbicidas na produção agrícola. "Mas tem que ter limite", ponderou.

Homenagem

A Câmara Legislativa realizou sessão solene em comemoração ao Dia do Delegado de Polícia. Proposta pelo deputado Wellington Luiz (PMDB), a homenagem aconteceu no auditório da Associação dos Delegados de Polícia do DF (Adepol-DF). Foram convidados delegados, policiais, representantes do governo e lideranças da categoria. Para Wellington Luiz, o delegado de polícia é "o primeiro garantidor da legalidade e da justiça, estando 24 horas por dia à disposição do cidadão". "Você pode não ver, pode não sentir, mas a Polícia Civil está sempre lá, fazendo o possível para dar um pouco mais de segurança para a sociedade", ressalta.

Homenagem 2

Policial civil de carreira, o distrital é autor da Lei, que incluiu o Dia do Delegado no calendário oficial de eventos do Distrito Federal. A data escolhida (3/12) segue a lei que criou o cargo de delegado de polícia no Brasil.

Reflexão do dia 

A morte do nosso eterno Senador Lindberg foi uma grande perca para Brasília,  Lindberg era um homem cristão, temente a Deus , sábio  e acima de tudo um grande amigo.
Landi, como era conhecido pelos amigos deixará saudades e foi sem dúvida um exemplo de homem bom e que amava Brasília. 

Em nome do Jornal Alô Brasília, dos nossos jornalistas, da ACDF, da minha família e acima de tudo da nossa amizade,  rogamos a Deus que esteja contigo meu eterno amigo.
Até Breve.

Hélio Queiroz- Empresário 

Fonte: Jornal Alô Brasília 

Publicado 01/12/16 às 16:57

Um Passarinho Me Contou

...que a coluna desta última quarta-feira,30 ( leia aqui), deu muito pano para a manga. E agora iremos esclarecer algumas coisas...

...que nós citamos que governistas estariam com planos de dominar os sindicatos. Continuamos assinando embaixo tudo o que escrevemos...

...que Elias Lopes, um dos citados, entrou em contato com o blog e disse que as informações dadas por essa coluna não condiz com a realidade. Tomamos nota...

...que Elias fez o seu papel ao entrar em contato com a coluna e dar o seu ponto de vista e outras coisas mais. Que ele tenha sorte nas eleições do SindSaúde...

...que, Elias Lopes, discordar é legítimo, respeitamos. Só que descobrimos que o mesmo teve cargo comissionado no governo Agnelo e até pouco tempo no governo Rollemberg...

...que o papelão ficou por conta do senador Hélio José (PMDB), também citado na coluna de ontem. Não esperávamos atitude diferente...

...que o senador ao invés de entrar em contato com a coluna, como fez o Elias, de forma despreparada disparou uma nota em grupos de Whtasapp. Nunca vi isso. Amadorismo puro...

...que eu não sei se isso é atitude de sua assessoria de imprensa. Se for, a coisa é totalmente amadora. Não é a toa que Hélio José declara que nomeia até melancias...

...que esse colunista respeita a todos e sempre deixou o blog aberto a esclarecimentos. Portanto, classificamos a conduta do senador Hélio José ou de sua assessoria como patética...

...que o senador não sabe: ele deixou de levar muitas porradas na mídia por causa do jornalista Laécio Alencar, querido pelos colegas. Fica registrado...

...que se o deputado distrital Agaciel Maia (PR) fosse um jogador de futebol. diríamos que ele está com as mãos na taça. Mas o jogo só acaba quando o árbitro apita...

... que se Joe Valle (PDT) também fosse jogador de futebol. diríamos que ele está na zona de rebaixamento. Joe espera os acréscimos do arbitro...

...que o articulador político do governo, Zé Flávio, trocou o aparelho de surdez e ouviu a deputada distrital, e onça, Telma Rufino. E vida que segue... 

...que às vezes, os petistas tem mais trânsito com o governador Rodrigo Rollemberg do que com governos petistas. Sim, é isso mesmo...

...que os grupos de Whatsapp que falam de política são um barato. Em breve uma matéria com o grupo POR UMA BRASÍLIA MELHOR. Está na pauta...

Eita Passarinho que sabe de coisas, gente! 

Por Odir Ribeiro 

Fonte: Redação 

Publicado às 12:35

Enfim, Rollemberg ganha uma

O governador Rodrigo Rollemberg saiu mais uma vez do aperto. Nesta quinta-feira, 1º, os deputados realizaram sessão legislativa pela manhã,algo pouco comum na Casa. Os parlamentares autorizaram o Governo de Brasília mexer no Iprev, a previdência dos servidores públicos. Isso todos já sabem.

O que está por trás disso é que o governador conseguiu reunir a sua base para votar um projeto tão delicado. Com isso, como contrapartida, Rodrigo Rollemberg ficou de pagar as pecúnias dos professores. Isso acabo ocorrendo hoje. 

O Secretário de Fazenda, João Antônio Fleury, deu a notícia do repasse do recurso para esse fim ao BRB, logo que a sessão acabou. 

Foram seis votos contra, mas no final das contas foram 17 votos favoráveis, uma verdadeira lavada.
Telefonemas e conversas olho no olho foram decisivas para a vitória de Rollemberg. Assim tudo foi aprovado sem sustos. 

Isso mostra que basta um pouco de boa vontade do governador para que a sua relação melhore com a Câmara Legislativa. O Palácio do Buriti se animou e irá com unhas e dentes trabalhar para a candidatura de Agaciel Maia.

Por ora, as coisas estão pacificadas com parte dos servidores e um pouco da hostilidade diminui.  Só um pouco.

Fonte: Redação

Publicado às 00:10

Firmes e fortes

Passou despercebido por todos uma nota veiculada no último dia 29/11/2016 pela coluna pelos jornalistas Francisco Dutra e Milena Lopes que assinam a coluna do Alto da Torre do Jornal de Brasília

Os deputados distritais citados na operação Drácon terão mais 30 dias para apresentar as suas defesas no TJDF. Havia a possibilidade dos seus afastamentos. Lembrando que faltam exatos 14 dias para a eleição da Mesa Diretora da CLDF. Fortes emoções. 

Confira:

O desembargador José Divino, do Tribunal de Justiça do DF, prorrogou o prazo para a apresentação da defesa dos deputados distritais investigados pela Operação Drácon, conduzida pelo Ministério Público em parceria com a Polícia Civil. 

Em vez de terem apenas 15 dias, os parlamentares passam a contar com 30 dias para prestar as explicações iniciais – os investigadores pediram o afastamento dos mandatos até o fim do processo. Desta forma, Celina Leão (PPS), Raimundo Ribeiro (PPS), Julio César (PRB), Bispo Renato (PR) e Cristiano Araújo (PSD) terão, teoricamente, tempo hábil para participar da votação pelo futuro da Casa, marcada, inicialmente, para 15 de dezembro. Os investigadores pedem o afastamento dos mandatos até o final do processo. Ao invés

Movimento

A prorrogação do prazo é decorrente de pedidos judiciais disparados pelos advogados de defesa dos parlamentares. O movimento de opositores e descontentes atrapalha os planos do Palácio do Buriti para emplacar um aliado no comando da Casa. Independentemente de posições politicas, o MP considera que o grupo é responsável por um suposto esquema de cobrança de propina em troca do direcionamento de emendas parlamentares. Todos os deputados citados negam as acusações e se declaram inocentes.


Fonte: Redação 

Publicado às 00:01

Coluna do Celson Bianchi


Três perguntas para...

Bispo Renato Andrade (PR)

Celson Bianchi- Nessa reta final de 2016, a Câmara Legislativa vai analisar mais uma proposta do governo de aumentar o IPTU. Qual a sua posição sobre o assunto?

Bispo Renato - Eu sempre fui contra o aumento de impostos e continuo com essa posição. São raros os casos em que o aumento de impostos é a solução para o problema. Em 2015, tarifas como o Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU, Contribuição de Iluminação Pública – CIP, e Taxa de Limpeza Pública – TLP, foram rejeitadas por unanimidade entre os deputados. Mas eu fui além, rejeitando também o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos – ITCD. Agora, em 2016, o governo vem novamente com um projeto para esse tipo de aumento. Mais uma vez a solução encontrada pelo poder executivo para a crise é onerar o contribuinte. Acho que eles ainda não entenderam que esta é uma crise de má gestão. 

Celson Bianchi- O senhor é membro titular da Comissão de Constituição e Justiça. No seu entendimento, o projeto é admissível?

Bispo Renato- É importante lembrar que a Comissão de Constituição e Justiça faz uma análise constitucional dos projetos, e não uma análise de mérito. Entendo que a proposta é admissível, ou seja, não fere os princípios da nossa Constituição. Mas a análise de mérito é a que faz toda a diferença e essa será feita em plenário. Para ser aprovado, o projeto de aumento de impostos do governo precisa ter a maioria dos votos. O meu com certeza será ‘não’. Outras ideias podem ajudar a resolver o problema da crise financeira, sem prejudicar a população.

Celson Bianchi- Sobre o IPTU, especificamente, como o senhor faria a gestão deste imposto?

Bispo Renato- Eu protocolei uma emenda ao projeto de aumento do IPTU, solicitando que o reajuste seja feito com base na tabela FipeZap. É como a tabela Fipe para veículos, mas no caso, serve para calcular o índice em imóveis. Se o governo analisar bem a proposta, vai ver que o aumento que eles querem vai totalmente contra o índice calculado pela tabela FipeZap, ou seja, a população já paga mais do que deveria no Imposto Predial e Territorial Urbano e eles ainda querem aumentar mais? A tabela FipeZap pode ser um bom parâmetro para calcularmos o IPTU e não deixar a população pagar a conta. Esta emenda está no projeto e também precisa de aprovação em plenário. Vou trabalhar pela sua aprovação. Se o projeto do governo for aprovado, que seja com base nestes índices.

Proteção total 

Durante audiência pública que aconteceu na última  terça-feira (29) sobre maus-tratos aos bichos e a Política Pública de Proteção aos animais do DF, o deputado Delmasso (PTN-DF) contou que tem duas cachorrinhas vira-lata e disse que todos os animais devem ser cuidados e alimentados.  “Se fizermos um pacto de criar uma rede, em 10 anos o DF será a capital da Proteção aos Animais.  É possível”. O distrital conseguiu com seus colegas a aprovação de um requerimento que cria a CPI dos Maus-Tratos aos animais.

Chorumela

O atraso no pagamento da pecúnia da licença-prêmio dos servidores aposentados foi o assunto debatido, em audiência pública no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O pagamento do direito dos aposentados em 2015 e 2016 foi acertado pelo GDF com os servidores da educação e saúde em maio deste ano. A dívida de R$ 113 milhões devia ter sido quitada em 3 parcelas pelo Governo, mas não foi feito.  

Chorumela 2

"Nossa realidade são as salas de aulas cheias, péssimas infraestrutura e condições de trabalho. Nós queremos o mínimo respeito e reconhecimento dos servidores ativos e dos aposentados", desabafou a diretora da Secretaria de Aposentados do Sindicato dos Professores (SINPRO), Marilange Vianna. A professora aposentada trabalhou 33 anos na Secretaria de Educação e está na luta pela valorização da categoria.

Chorumela 3

Marcos Rogério é diretor do Sindicato dos Servidores da Saúde (SindSaúde), e garante que para os servidores da saúde o quadro não é diferente. "Os enfermeiros trabalham uma carga exaustiva e sem reconhecimento nenhum. Vivemos num ambiente de terrorismo, quando os governantes afirmam que temos sorte de receber em dia", completou.

Mãozinha

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou proposta de alteração no programa de recuperação de crédito tributário, o Refis, ampliando para 180 meses o prazo para pagamento de dívidas superiores a R$ 50 milhões. A matéria foi aprovada em reunião que participaram os deputados Sandra Faraj (SD), Chico Leite (Rede), Robério Negreiros (PSDB), Raimundo Ribeiro (PPS) e Júlio César (PRB).

Reflexão do dia 

"Precisamos ter uma resposta concreta do governo, em relação a situação dos servidores do SLU. Chega de mentiras por parte do GDF a esse povo sofrido e trabalhador. A base do governo é insólita e demonstra total desrespeito com o funcionalismo público. O governo meteu a mão no dinheiro dos servidores sem permissão ou consulta e essa Casa não será conivente com esse despautério". 

Deputado Distrital Wellington Luiz (PMDB). 

Fonte: Jornal Alô Brasília 

 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados