22/03/2017 às 19:22

Um Passarinho Me Contou


...que os cinco deputados distritais réus na operação Drácon devem seguir suas vidas normalmente na Câmara Legislativa...

...que os pedidos de cassação devem esperar o julgamento da justiça. Esse tipo de argumento foi usada em casos bem recentes...

...que enquanto não houver julgamento, não haverá cassação. Mas isso não quer dizer arquivo.A situação precisa de atenção total...

...que os cinco distritais devem concorrer a algum cargo eletivo em 2018. Julgamentos desse tipo leva tempo para sua conclusão...

...que as pessoas  falam mal de políticos, mas duvido muito que um distrital que tente a reeleição tenha menos de 7 mil votos. Será que queimo meus dedos?...

...que a situação da deputada distrital, Sandra Faraj é bem delicada e já estão a apelidando de "Raad Massouh". Não é um bom presságio...

...que todos os holofotes estão virados para o deputado distrital, Juarezão, o profeta do bolo é o corregedor da CLDF. A bomba está no seu colo...

...que a suspeita é de que o governador Rodrigo Rollemberg só irá começar a emperrada reforma administrativa depois de um certo projeto aprovado..

...que a meta do governo é transformar o Hospital de Base em instituto e por aí que está o começo da reforma administrativa...

...que o projeto do Hospital de Base está bem acelerado e pelo jeito, irá passar no plenário com uma certa folga mesmo com o PT contra...

...que o governador continua levando os fragilizados deputados distritais no banho-maria. Nada de seção 2...

...que o julgamento da Operação Drácon deixou o Palácio do Buriti com um sorriso bem largo. Tome cerveja...

...que a frase mais ouvida é essa: "Tenho uma carta na manga," uma expressão usada no meio político para ferrar os adversários...

...que nós comemos carne com papelão e elegemos políticos que fazem papelão. Assim caminha a sociedade...

Eita Passarinho que sabe de coisas, gente ! 

Por Odir Ribeiro 

Fonte: Redação

às 17:35

Presidente da CLDF: o bom e o mau


Informações Brasília Em ON 

No plenário da Câmara Legislativa existe presidente da Mesa para dois momentos distintos: um para massacrar o Governo de Brasília e o outro para tocar a rotina da Casa. Quando o assunto é espinhoso e precisa botar pressão em Rodrigo Rollemberg, o peemedebista Wellington Luiz (vice) assume o comando. Nestas horas Joe Valle (PDT) procura outra coisa pra fazer...

às 11:41

Na Corregedoria


Informações Guardian DF 
Horas depois de cinco deputados distritais se tornarem réus na Operação Drácon, a Mesa Diretora da Câmara Legislativa enviou o processo de cassação contra a deputada Sandra Faraj (SD) para a Corregedoria. 
Ela é suspeita de usar verba indenizatória irregularmente. Ela nega as denúncias. A representação foi protocolada pela ONG Adote um Distrital.
O deputado Juarezão (PSB), corregedor da Casa, deve apresentar um parecer e enviá-lo à Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, comandado pelo deputado Ricardo Vale (PT).

21/03/2017 às 22:29

Operação Drácon: uma meia vitória

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

A sessão do Tribunal de Justiça do DF(TJDF) que ocorreu nesta terça-feira, 21, era esperado pelo meio político. Podemos dizer que: Celina Leão (PPS), Júlio César (PRB), Bispo Renato (PR), Cristiano Araújo (PSD) e Raimundo conseguiram uma meia vitória. O TJDF os transformou em réus da Operação Drácon,denúncia do Ministério Público foi aceita. A divergência estava em cima do deputado Raimundo Ribeiro
( leia aqui). 

Enfim, o maior perigo não era se tornar réu, mas sim, os cinco parlamentares serem afastados dos seus mandatos. Seus suplentes já estavam babando. Isso não ocorreu. 

O desembargador e relator da ação, José Divino queria o afastamento de 180 dias ou depois do julgamento. Mas os desembargadores admitiram a lentidão da justiça para se concluir um processo e por isso, não tomaram a drástica medida. 

Portanto, a  Operação Drácon ainda vai longe...longe...longe...

A carreira política do quinteto fica bem abalada. Não há dúvidas que todos irão disputar às eleições de 2018. O afastamento enterraria  a carreira política de todos. Mas a sessão do TJDF deu uma sobrevida aos cinco parlamentares. 

Com as redes sociais implacáveis, adversários sedentos por poder, população desacreditada com a classe política e outras coisas.

 O pior de tudo será pedir votos como réu. 

Uma meia vitória...

Fonte: Redação  

às 21:26

Distritais não serão afastados



O pleno do Tribunal de Justiça do DF(TJDF) decidiu não afastar os deputados distritais: Celina Leão, Júlio Cesar,  Cristiano Araujo e Bispo Renato. 

Apesar do desembargador e relator ter pedido a medida. Os distritais agora réus na operação Drácon continuam com nos seus mandatos.

 O placar foi de 16 a 1 para o não afastamento dos distritais citados.

Fonte: Redação 

às 15:30

Atualização: Começa o julgamento da Drácon


O tão esperado julgamento da Operação Drácon começou. Cinco deputados distritais terão seu futuro decidido em breve. Claro senão houver pedido de vistas. 



Do lado de fora do tribunal trio-elétrico, correligionários de alguns deputados distritais e protestos. 








Atualização 17:11Os advogados de defesa dos deputados distritais: Raimundo Ribeiro, Júlio Cesar, Celina e Cristiano Araujo já se pronunciaram. Nesse momento, a defesa    Do. Bispo  Renato ocupa a tribuna do TJDF

17: 22 - O desembargador e relator, José Divino lê o seu voto e diz que todas as informações foram distribuídas aos acusados. 

17: 58 - O relator José Divino ainda lê o seu voto. Mas na sua fala, Davino deixa bem claro que recomenda os outros desembargadores a aceitarem as denúncias contra os deputados distritais: Celina Leão, Júlio Cesar, Bispo Renato, Raimundo Ribeiro e Cristiano Araújo. Placar 1 a 0 contra os parlamentares. 

18: 26 - Agora vota o desembargador Roberval Casemiro Belinati aceita a denúncia. O placar está 2 a 0 contra os deputados distritais. A 

Observação: desembargadores ainda não votaram sobre o afastamento dos cinco deputados distritais.

18: 59 - Nesse momento vota o desembargador, Arnaldo Camanho. Ele pediu a retirada do nome do deputado distrital, Raimundo Ribeiro da ação. Mas em relação aos distritais: Celina Leåo, Júlio Cesar, Bispo Renato e Cristiano. 3 a o contra os distritais 

19: 01 - A desembargadora Simone Lucindo aceita a denúncia contra os cinco deputados distritais. O placar  está 4 a 0 contra os distritais. 

19: 13 - O desembargador, João Timóteo aceita a denúncia 5 a 0 contra os distritais. 

19: 16 - O desembargador, João Egmont volta pela o recebimento da denúncia. Assim o placa fica em 6 a 0. O desembargador defende a retirada do nome do distrital Raimundo Ribeiro do Processo. 

19: 20 - Agora vota o desembargador Mário Zan que também aceita a denúncia. O placar fica 7 a 0. 

19: 33 - Agora vota o desembargador, Jesuino Rossato que aceita a denúncia contra os distritais. Ele também pede para excluir Raimundo Ribeiro. 8 a 0 contra os distritais. 

Observação - O placar para o deputado distrital Raimundo Ribeiro é o seguinte: 6 desembargadores aceitaram o voto do relator na integra. Já três desembargadores pediram para excluir o nome de Ribeiro. O placar para Ribeiro está assim: 6 a favor de incluir Ribeiro e 3 contra a inclusão do deputado na denúncia. 

19: 45 - Agora vota o desembargador Getúlio de Moares Oliveira aceita a denúncia. O placar fica em 9 a 0. 

20: 01 - O desembargador  Romeu Gonzaga também aceita a denúncia. Agora o placar é 10 a 0 contra os distritais. Há votos suficientes para acusar os deputados distritais. Falta Raimundo Ribeiro. 

20: 11 - Carmelita Brasil votou pela aceitação da denúncia. Mas ela também pediu para tirar o deputado distrital Raimundo Ribeiro das denúncias. O placar está 11 a 0. Já Raimundo a seu favor tem 4 desembargadores e outros 7 são a favor das denúncias contra ele prosseguirem. 

20: 17 - nesse momento vota o desembargador, Cruz Macedo vota pelo andamento das denúncias. Mas pede para excluir Raimundo Ribeiro. 12 a 0. Com mais esse voto. O placar fica assim: 7 para Raimundo ser incluído nas denúncias e 5 para o para o parlamentar ser excluído. Um 7 a 5. 

20: 29 - Agora vota Humberto Ulhoa. O placar fica 13 a 0. Para Raimundo Ribeiro o jogo 8 a favor do parlamentar ser denunciado e 5 para que Ribeiro seja excluído das denúncias. 

20: 32 - Agora vota a desembargadora Sandra de Santis aceita a denúncia na íntegra. 14 a 0

20: 41 - Agora vota Ângelo Passareli. 

20: 47 - O desembargador José Divino relator  nesse momento pede o afastamento dos deputados distritais: Celina Leão, Júlio Cesar, Bispo Renato e Cristiano Araujo. Porém pediu para excluir O deputado Raimundo Ribeiro. 


Fonte: Redação 

às 14:47

Um deputado distrital economizou. Acredita?


Informações Millena Lopes & Francisco Dutra - Jornal de Brasília 

Em tempos de revisão dos gastos da Câmara Legislativa com verba indenizatória e correspondência, o deputado distrital Agaciel Maia (PR) conseguiu economizar R$ 602.495,00 dos cofres públicos desde 2016, ao deixar de lado as polêmicas rubricas. Os números são do gabinete do parlamentar.

 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados