22/05/2018 às 00:12

"A democracia é sempre saudável," diz Eliana Pedrosa

 

Pré-candidata ao Palácio do Buriti nas eleições de outubro, a ex-deputada Eliana Pedrosa (PROS) batalha em um terreno onde os homens sempre foram os protagonistas: as negociações partidárias. 

Só que vem mostrando a política pode ser feita de uma forma diferente. Tanto que começa a incomodar “velhas raposas” da política do DF. Não com desafios, mas com ideias e vontade de fazer.

Como ela mesmo disse ao participar do CB. Poder, do Correio Braziliense: “Eu acho que muita gente quer contribuir com o Distrito Federal e tem o mesmo sentimento de que é preciso fazer diferente”.

Confiante e disposta a enfrentar os desafios que terá pela frente, Eliana Pedrosa garante que “a democracia é sempre saudável”. A candidata não tem dúvidas de que “haverá convergências! Para uma nova forma de se fazer política no DF.

Rádio Corredor - No jogo político já tentaram dizer que a senhora não seria candidata. Depois disseram que seria vice de alguém.  Afinal, o que tem de verdade nisso?

Eliana Pedrosa - Nada disso é verdade.  Só me movimento pelas minhas convicções e eu tenho certeza que eu tenho muito para contribuir no resgate do Distrito Federal. Pretendo fazer uma grande mudança a partir da educação. Todas as secretarias terão projetos comuns a está pasta. 


Rádio Corredor - Mas a senhora vai precisar de uma coligação forte acha que consegue agregar apoios?

Eliana Pedrosa - Eu acho que muita gente quer contribuir com o Distrito Federal e tem o mesmo sentimento de que é preciso fazer diferente. Temos bons nomes colocados para essa eleição e muitos terão amor por Brasília suficiente para recuar e ajudar a pautar um projeto verdadeiramente eficiente para o DF. 


Rádio Corredor - Como a senhora vê um cenário com tantos candidatos?

Eliana Pedrosa - A democracia é sempre saudável. Mas eu acho que haverá convergências. O Distrito Federal precisa de consensos que tenham no centro do debate o espírito de retomada da qualidade de vida da nossa população.  Mas, é claro, a pluralidade de vozes faz parte do processo.

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados