21/12/2017 às 13:51

Desconstruindo Candidaturas: Jofran Frejat


Dando continuidade a serie: Desconstruindo Candidaturas. Hoje iremos falar do ex-deputado federal, secretário de Saúde, Jofran Frejat (PR). 

Nas eleições de 2014 Jofran Frejat foi chamado para compor a chapa de vice com José Roberto Arruda depois do desastre político acontecido com Eliana Pedrosa e o PPS. Após os problemas judicais que tirou Arruda do páreo, enfim Frejat foi alçado a candidato ao Palácio do Buriti e o resto da história todos sabem. 

Nos dias de hoje -  Frejat  - lidera as pesquisas de opinião como mostrou o site Metrópoles ( leia aqui) . Só que cerca de 53% do eleitorado disse que vota branco, nulo ou estão indecisos. Portanto, a vantagem do velho caudilho não há de ser comemorada. 

Números a parte, esse não é o maior problema de Jofran, a tormenta são duas: a primeira o seu partido, o PR-DF que não passa confiança alguma e a segunda é José Roberto Arruda que a todo custo tenta mandar no PR e também em Frejat. Sabotagem atrás de sabotagem.

Um exemplo claro é que nas inserções de Rádio e TV do PR, a cúpula do partido cedeu 90% das aparições para Flávia Arruda, uma parte para o filho do presidente do partido Salvador Bispo e somente 4% das inserções foram para o Frejat. Uma situação pouco reparada, porém, muito estranha, porque não dizer constrangedora. Se Jofran é o líder das pesquisas porque ele não é protagonista no seu próprio partido?

O que Jofran Frejat pouco sabe é que os outros candidatos da dita direita não o querem como cabeça de chapa. Todos sonham em montar as suas chapas tendo o "caudilho do Cerrado" como postulante ao Senado. As conversas e articulações caminham sempre nesse sentido. As mentes maldosas querem o "velhinho" para compor e não para liderar, esse é o resumo da opera. 

Nos bastidores são esses personagens que minam a candidatura de Frejat: José Roberto Arruda que quer mandar em tudo e todos, O PR que o esconde das inserções partidárias e o restante do grupo que se diz ser de direita e vivem o apunhalando. Será que ele não sabe disso?

Outra situação que prejudica Frejat e sua idade não há um postulante ao Buriti que não cite essa situação. Seus 80 anos são falados, sim, nas reuniões a portas fechadas. Sem hipocrisia.  Um preconceito sem necessidade, mas trabalhado o tempo todo na cabeça dos seus pares. 

O maior problema de "Frejat" foi não ter colocado o pau na mesa sua postura muitas vezes é "frouxa" e ele mesmo se sabota. Na política não pode se titubear, liderança de pesquisas não é o suficiente para ficar bem na fita. Entendedores, entenderão. 

Já outros sonham ser vice do "velhinho" e vão ficar pelos quatro cantos fazendo catimbó para os trancas ruas da vida.  


Resumo 

1 - Jofran Frejat não tem apoio do seu partido. Isso é fato! 

2 - Os seus 80 anos pesam sim, e é o tema de todas as conversas. Preconceito. 

3 - José Roberto Arruda tenta de todas as formas sabotar a sua candidatura. Colocam panos quentes, mas é a pura verdade. Obs.: temos como provar. 

4 - Frejat espera demais e toma pouca atitude e isso abre margens para ele ser rifado.  

5 - Deveria trocar de partido e se afastar de Arruda e companhia. 

6 - Tentar uma vaga de senador longe de Arruda e a turma da direita que tenta o trair de todas as formas. 

7 - Um campanha a governador é dolorosa e cansativa. Será que Frejat e família pagariam o preço?

8 - No PR-DF, Frejat não é o protagonista. 

Na próxima matéria iremos falar de Izalci Lucas 

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados