02/01/2017 às 16:07

A demagogia dos deputados distritais

Os deputados distritais ameaçam o governador Rodrigo Rollemberg com a revogação do decreto que aumentou as passagens de ônibus e metrô. Até aí tudo bem eles marcam ponto com a sociedade. Mas o que todos precisam saber é a facilidade com que os parlamentares oneraram os cofres públicos. Isso acontece sem dó, nem piedade. 

O governador Rodrigo Rollemberg está sendo bombardeado de todos os lados. Não que mereça sua fraqueza como gestor é escancarada. Mas vamos reconhecer que ele não é o único, que merece a mão pesada da opinião pública. Os deputados distritais também são responsáveis, por essa crise. 

Um desses exemplos está numa lei demagógica do deputado distrital Professor Israel onde estende a gratuidade para estudantes de cursinhos ( leia mais aqui). Só para constar o eleitorado do parlamentar é justamente esse público. Estranho não? Ou seja, aprova uma lei absurda e nem quer saber como anda os cofres públicos. O governador chegou a vetar esse absurdo só que os parlamentares derrubaram o veto. 

Demagogia Futebol Clube 

Nesse tipo de sistema de transporte adotado pela gestão Agnelo - Fillippelli ( iremos em outra postagem falar dessa dupla) a gratuidade virou mato. Não pode um sistema ter mais 330 mil passageiros com passe livre. Um verdadeiro absurdo. Tudo fruto de projetos demagogos de deputados distritais e quem paga a conta são os empresários e o trabalhador que fatalmente irá perder os seus empregos. 

Em tempos de crise cada lei aprovada deveria ter a maior atenção possível e não é isso que acontece. Fazer demagogia com o cofre alheio é muito fácil.

Os deputados distritais estão emparedando o governador Rodrigo Rollemberg de todas as formas. Mas cada um deles que vota a favor de passe livre sem critério é responsavel por cada centavo de aumento das passagens de ônibus. 

Nessa existem poucos inocentes: empresários, contribuintes e a população no geral. 

Está dito! 

Fonte: Redação 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados