02/12/2016 às 13:03

Coluna do Celson Bianchi

Presente!

O senador Reguffe (sem partido/DF)  foi o único representante do DF a rebater ação de parlamentares contra as 10 medidas contra a corrupção. "Absurda e revoltante essa decisão da Câmara de desfigurar o projeto das 10 medidas contra a corrupção, um projeto que teve a assinatura de mais de dois milhões de brasileiros. Esse país não pode ser o país da impunidade!", senador Reguffe em discurso no plenário.

 Não passou batido

Ex-distrital Olair Francisco passou pela Câmara Legislativa nesta semana. Visitou gabinetes e esteve em reunião da Comissão de Economia Orçamento e Finanças (CEOF). Na saída anunciou que a partir de janeiro vai para as ruas 'visitar amigos' visando 2018. Só não decidiu ainda que cargo almeja.

 De olho

O presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP), Antonio Tuccílio, se posicionou sobre a proposta do GDF de remanejar recursos do Iprev para pagar salários de servidores. “Como existem dois fundos, um antes e outro após 2007, a ideia de transferir de um para outro até que é razoável. Porém, utilizar o superávit para fechar a folha é temerário, pois no futuro dirão que a Previdência Social está quebrada, mesmo que a Seguridade Social, do qual a Previdência faz parte, esteja com superávit", disse.

 De olho 2

 Segundo Antonio Tuccilio, existem outras formas de cortes para serem efetuados. Primeiro: cortar os cargos comissionados que não passam de apadrinhados; segundo: remanejar secretarias para outras pastas; e realizar cortes no Legislativo que tem benesses extraordinárias, nos salários acima do teto do Judiciário, na publicidade e em veículos oficiais, entre outros.

 Certeiro

 O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) comentou a recente aprovação na Câmara do pacote de medidas propostas pelo Ministério Público de combate à corrupção. O projeto vai ser debatido agora em Senado, onde o democrata defendeu que ele siga o trâmite normal pelas comissões, sem nenhum requerimento de urgência. "Tenho o compromisso com todos os movimentos de rua e com a população brasileira em defender esse pacote anticorrupção. O Brasil já demonstrou um sentimento por um novo sistema de prática política. Não é admissível nesse momento uma queda de braço entre os poderes e nem podemos caminhar para um enfraquecimento das instituições. Nós, líderes, devemos buscar a interação com outros poderes para um movimento de pacificação", defendeu Caiado.

 Certeiro 2

O senador deixou claro que vai ser contra qualquer tentativa de acelerar o processo de votação da proposta na Casa, exigindo que o texto passe antes pela Comissão de Constituição e Justiça onde deverá ser debatido. "O Democratas no Senado não vai permitir de forma alguma que esse pacote seja pautado de forma urgente. Vamos exigir que ele siga o trâmite tradicional, passando pela Comissão de Constituição e Justiça onde vamos nos debruçar, estudar item por item e apresentar um texto que garanta as 10 medidas", afirmou.

 Convocação

Domingo (04) está prevista manifestação na Esplanada dos Ministérios em favor das 10 medidas contra a corrupção. Além dos tradicionais MBL e Vem Pra Rua, o movimento contará com participação de representantes do Movimento Limpa Brasil, que tem à frente no DF o jornalista Ricardo Noronha. O ato está marcado para começar às 10 horas.

 Reflexão do dia

 Não vejo sentido em renúncia de procuradores da Lava - jato. Eles estão lá cumprindo obrigação funcional e não uma missão política.
Se isso ocorrer, vai parecer pizza combinada.

 Miguel Lucena- Delegado/PCDF

Fonte: Jornal Alô Brasília 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados