Publicado 08/11/16 às 14:07

Coluna do Celson Bianchi

Não passou batido

O senador Fernando Collor (PTC/AL) curtiu um cineminha ao lado da esposa no fim de semana. Sem ser notado pelos funcionários do espaço, mesmo com alguns seguranças por perto, comprou pipoca, assistiu ao filme e foi embora sem contratempos.

Corte nas asas

A Justiça do DF mandou recolher o passaporte e a carteira de habilitação do ex-senador Valmir Amaral e de três parentes do empresário, como forma de forçá-los a pagar uma dívida avaliada em R$ 8 milhões. A juíza Joselia Lehner Freitas Fajardo, da Vara Cível de Planaltina, acatou argumentos de um credor do conglomerado Amaral. A decisão levou em conta o Novo Código de Processo Civil, que estabelece novas regras para execuções de dívidas. Na decisão, a juíza levou em conta o alto padrão de vida que Amaral mantém, apesar da falência das empresas na área de transporte.

Revista semanal

Publicação rodada no fim de semana dá conta de que ex-executivos da Andrade Gutierrez delataram três ex-governadores do DF em suposto esquema de recebimento de propina nas obras do Estádio Nacional Mané Garrincha. Tal delação, se confirmada, atinge em cheio projetos de 2018.

História repetida

Um ex-assessor da deputada Érika Kokay (PT) tentou constranger a deputada Celina Leão (PPS). De celular em punho ele seguiu a parlamentar questionando sobre as acusações da operação Dracon, sobre as emendas da saúde. O ex-assessor usou a mesma tática contra o ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, por ocasião do julgamento do Mensalão. 

História repetida 2

Por falar no tal ex-assessor da deputada federal Érika Kokay, tempos atrás ele teria fraudado um atestado médico junto à Câmara dos Deputados para participar do Rock in Rio. Mas a vaidade de postar fotos nas redes sociais acabou servindo de prova contra ele mesmo. 

STF à vista

A decisão do STF sobre a linha sucessória do poder, embora ainda não definitiva, em razão do pedido de vista do ministro Dias Toffoli, não atinge somente a sucessão presidencial. Nos Estados e nos municípios, a linha sucessória também poderá ser atingida. Basta o vice ou o presidente da Câmara estarem respondendo a ação penal, pra serem impedidos de assumir. E não são poucos. Já tem vice pedindo um levantamento das ações que respondem, para um eventual questionamento. Pela decisão do Supremo, basta ser réu, para ficar impedido. Bateu, valeu.

Derrubadas

O senador Hélio José (PMDB) fará nova audiência pública, no dia 5 de dezembro, para tratar das derrubadas no DF. Segundo ele é preciso construir um pacto pelo fim do 'terrorismo' das ações da fiscalização. "Temos que regularizar e definir políticas que resolvam, de vez, esse problema", diz. O parlamentar espera receber no Senado representantes do Ministério Público, GDF, órgãos ambientais e da população.

É oficial

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) lançou a segunda edição do Programa Brasília + Jovem Candango. A oferta será de 1,6 mil vagas para adolescentes de 14 a 18 anos integrantes de famílias atendidas pelo Cadastro Único e que estejam matriculados e frequentem as aulas das escolas da rede pública. A cerimônia ocorreu ontem (7), no Palácio do Buriti. O Programa foi idealizado pelo distrital Agaciel Maia (PR).

Pra arrefecer

Até o dia 30 de Novembro  estará aberta ao público a Exposição Anual da Associação Candanga de Artistas Visuais (ACAV), que este ano reúne no foyer do plenário da Câmara Legislativa obras de 69 artistas plásticos filiados à entidade. A mostra foi aberta no dia 1º de novembro e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h (exceto em feriados). A entrada é gratuita.

Reflexão do dia 

O Programa Jovem Candango, agora na 2ª etapa com 1.600 jovens, vai criar condições para que meninos e meninas pobres, também, possam vencer na vida, evitando que os mesmos sigam o caminho errado das drogas e da marginalidade. Agaciel Maia (PR)- deputado distrital 

Fonte: Jornal Alô Brasília 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados