Publicado 19/10/16 às 20:26

Liliane fica onde está


A quarta-feira,19, legislativa foi toda da deputada Liliane Roriz (PTB). A parlamentar conseguiu sua absolvição tanto no Tribunal de Justiça do DF (TJDF) e na Câmara Legislativa, simultaneamente. 

Na comissão de Ética o placar foi 3 a 1 a favor. Lá no TJDF foi mais apertado um 3 a 2 garantiu a vitória e sua volta ao cenário político. A decisão na area jurídica influenciou diretamente os seus colegas. Quando a decisão do TJDF saiu, a comissão estava decidindo o futuro de Liliane. 

Ética - Ricardo Vale (PT), Telma Rufino (sem partido), Wellington Luiz (PMDB) e Lira (PHS) definiram o arquivamento do processo. Os votos dissonantes foram de Ricardo Vale que foi contra o arquivamento e Lira que se absteve. 

Memória - No auge da Operação Drácon, o sentimento era de vingança. Alguns parlamentares relataram em alto e bom som que queriam a "cabeça" de Liliane. Mas não foi bem assim. O instinto de sobrevivência falou mais alto nessa hora e tudo foi para a gaveta. 

Com a vitória Liliane Roriz volta a cena política e assim poderá exercer o seu mandato com tranquilidade. Sites, jornais e setoristas da política davam sua cassação como certa. Eu fui um deles, já que alguns distritais irritados faziam questão de propagar o destino.

 No final das contas, Liliane voltou a cena e agora é uma parlamentar como outra qualquer. E quem acha que pode haver uma cassação no futuro dificilmente isso irá acontecer. 

O pior não aconteceu ao Clã Roriz. A deputada está mais tranquila para exercer o seu mandato. As outras respostas ficam só para 2018. 

Periga, o Fluminense contratar a competente defesa da distrital. 

Uma reviravolta é tanto. 

Fonte: Redação 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados