Publicado 03/08/16 às 11:35

Coluna do Celson Bianchi



Entrevista Especial com Alessander Capalbo - administrador regional do Itapoã 


Celson Bianchi- Sua gestão à frente da Administração do Itapoã completou 3 meses. O que a comunidade já pode ver como resultado deste trabalho?

Alessander Capalbo:  Nossa primeira ação desde que chegamos à Administração do Itapoã foi nos aproximar da comunidade para escutar e conhecer as reais necessidades da região.Percebemos a urgência em fazer uma grande limpeza na cidade, tínhamos muitos espaços sujos e as bocas de lobo estavam quase todas entupidas, fizemos um levantamento e demos início a uma limpeza preventiva, assim, na época das chuvas teremos menos problemas com alagamentos e esgoto estourado, ao todo serão limpas 545 bocas de lobo. Em parceria com o SLU temos feito a limpeza constante das DF’s 250 e 001. A biblioteca da cidade estava precisando de alguns reparos, não tinha computadores e nem acesso à internet, fizemos os ajustes mais urgentes, procuramos alguns empresários e conseguimos a doação de cinco computadores, o próximo passo será a instalação de internet para que os estudantes que utilizam a biblioteca tenham um melhor aproveitamento de seus estudos. Além disso, lutamos pela separação das linhas de ônibus entre Paranoá – Itapoã e o governador já anunciou a criação de novas linhas e a separação de alguns itinerários que serão implantados nos próximos dias. No mais, o gabinete da administração tem ficado sempre aberto à população, pois acreditamos que só conseguiremos fazer um bom trabalho se formos parceiros dos moradores.


CB- Qual a principal demanda da cidade hoje? 

Uma das maiores urgências dentro do Itapoã hoje é a falta de infraestrutura, asfaltamento, águas pluviais e rede de esgoto em cinco quadras da cidade, estamos finalizando o projeto urbanístico – Urbi- e vamos procurar as pessoas responsáveis para que o projeto saia do papel, sabemos que o Brasil passa por um período de crise econômica e nem sempre vontade de fazer é suficiente para que grandes projetos aconteçam, mas não desistiremos e faremos o possível para que esse benefício vire realidade. O Governador tem ciência do problema e já sinalizou sua vontade de fazer com que a infraestrutura chegue à essas quadras o quanto antes.


CB- O governador Rodrigo Rollemberg fez alguma recomendação para região do Itapoã? 

A recomendação é cuidar da cidade, trazer os serviços e cumprir o papel da administração regional. Acredito que seja essa a recomendação para todas as administrações e os demais órgãos públicos, que façam um governo diferente, que mudem o perfil das cidades e que resolvamos problemas que se arrastam há décadas. Não prometemos soluções mágicas, as soluções serão construídas com o governo, sociedade, empresariado e todas as lideranças que atuam na cidade. É visível o carinho do governador por nossa região, ele tem se mostrado sempre acessível às demandas que o encaminhamos e tem nos ajudado no que é possível.


CB- Em sua gestão, o que a comunidade do Itapoã pode esperar na qualidade do Serviço Público prestado?

O servidor público é peça fundamental para um bom trabalho na administração, pois cabe a ele receber os contribuintes, saber de seus problemas e se não puder solucioná-los, encaminhá-los a quem possa, seja no departamento onde está lotado ou para o setor específico, pois na administração pública: o servidor é a chave entre o Estado e sua sociedade. Minha missão como gestor é devolver ao contribuinte os impostos pagos através da qualidade do serviço público. Estamos trabalhando por uma gestão eficiente. Nossa dificuldade hoje é reduzir o tempo gasto no atendimento das demandas vindas da comunidade, devido à escassez de funcionários e através da máquina pública.


CB- Quais são os atuais projetos de melhoria para a cidade?

Entrega do Fórum do Itapoã, a obra está a todo vapor e será um grande avanço aos mais de 100 mil habitantes da cidade, que hoje, precisam recorrer a Fórum do Paranoá em busca de atendimento jurisdicional. Temos também o Plano de Massa Paisagístico, um projeto que visa especular, refletir, criar e rearranjar espaços verdes social e ambientalmente necessários, a fim de potencializar a arborização em áreas que ainda não estão ocupadas. Há também sinalização horizontal e transversal de trânsito para as ruas que ainda não tem esse benefício sejam atendidas. Estamos executando projeto de duplicação da DF 250 e criação de balões de acesso ao Itapoã e Fazendinha, o projeto já está fase de finalização e a previsão do início da obra é para 2017. E outra questão é a definição da área da poligonal, com este projeto serão definidas as áreas para implantação de escolas, creches, postos de saúde, área de transbordo de lixo e outros equipamentos públicos.


Orientação

Turistas e moradores do Distrito Federal receberão orientações durante os jogos olímpicos realizados em Brasília. Uma unidade móvel de atendimento ao consumidor será instalada próxima ao Estádio Nacional Mané Garrincha, durante todos os jogos realizados na cidade. O Procon vai atuar na prevenção de conflitos de consumo e solução de problemas relacionados ao evento. Durante o atendimento, serão distribuídas cartilhas em português e em outras línguas, além de um guia para o consumidor turista.


Orientação 2

Para a diretora do Procon, Ivone Oliveira, é importante que o órgão de defesa do consumidor esteja presente para proporcionar um ambiente de respeito nas relações de consumo que envolvem o turismo. “Estaremos atuantes para garantir a qualidade de serviços ao morador local e aos turistas”, ressaltou a diretora.


Palco

A Residência Oficial de Águas Claras recebeu a visita de 22 adolescentes do Instituto Promocional Madalena Caputo, da cidade Paranoá. A visita é parte do projeto Residência Oficial de Portas Abertas, que está democratizando o espaço que passa a ser parte do roteiro turístico cívico de Brasília.


Palco 2

Os jovens tiveram a oportunidade de, além de conhecer as instalações, exposições e obras de arte da casa, receber uma divertida aula sobre conceitos básicos de educação de trânsito e prevenção de acidentes com uma equipe de educadores do Detran. 


Voz

O distrital Julio Cesar (PRB) continua apostatando que o diálogo e o bom senso entre o GDF e a Câmara Legislativa serão fundamentais no segundo semestre. "Desta forma conseguiremos dar andamento nas propostas do executivo que os parlamentares julgarem que sejam para beneficiar Brasília. A cidade tem que estar em primeiro lugar sempre. Em outubro teremos reajuste dos servidores, então precisamos ter caixa para honrar os compromissos. Projetos como a venda do parque do Guará são fundamentais para aquecer os cofres públicos", disse.


REFLEXÃO DO DIA

Tempos de crise, como a que vive atualmente o Brasil, devem ser vistos como oportunidades pelos empreendedores. Mais do que investir, são nestes momentos que criatividade aflora e o consumidor ganhe em novidades e qualidade nos serviços.

Fonte: Jornal Alô Brasília 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados