Publicado 10/08/16 às 15:46

A dura vida dos empresários da legalidade


Ser empresário no Distrito Federal não é fácil. Nós temos acompanhado essa realidade de perto e visto as agruras de quem tem uma empresa. Estamos olhando de perto o dia a dia de donos de concessionárias, principalmente os empresários da Cidade do Automóvel. As dificuldades são imensas. Ainda mais quando alguns setores do governo não colaboram. 

Há poucas semanas, um Feirão de Automóveis ocorreu em Ceilândia em uma área pública. O evento não podia ser realizado já que um decreto publicado no Diário Oficial de 10 de março de 2010 proíbe esse tipo de comercialização. Ou seja, esse tipo de evento de forma alguma pode ser autorizado. 

Outro problema ainda: esses eventos não dão garantia alguma para os consumidores. Um grande risco. Conseguimos contato com um desses organizadores do Feirão. O promotor do evento, que pediu para não ser identificado, disse que tudo foi feito com a devida autorização da Administração Regional de Ceilândia. Portanto, a administração está contrariando o próprio decreto do Governo do Distrito Federal (GDF). Muito estranho. 

Os feirões legalizados são uma oportunidade do governo arrecadar muitos impostos e os feirões ilegais não geram arrecadação para o governo e podem trazer muitas dores de cabeça para consumidores.  

A verdade é que os empresários sofrem com a politicagem. Para quem trabalha de forma legal e paga os seus impostos sofre com uma verdadeira burocracia. Por outro lado, um simples conhecimento e a ilegalidade come solta. Realmente é difícil ser empresário no Brasil e Distrito Federal. 

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados