Publicado 02/07/16 às 13:13

Exoneração do administrador de Sobradinho gera ataque de distrital


Informações Suzano Almeida, Metrópoles 

A exoneração do administrador de Sobradinho, Divino Sales, irritou seu padrinho político, o distrital Raimundo Ribeiro (PPS), que teve conversas via WhatsApp vazadas de um grupo de apoiadores da região administrativa criticando o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), com quem, em fevereiro deste ano, rompeu relações.

Na mensagem para um grupo denominado “Grupo de Trab Adm”, o distrital chama Rollemberg de “rapaz fantasiado de governador” e diz que o chefe do Executivo local “quer que os deputados sejam cordeiros bajuladores e aplauda (sic) todas as bobagens que faz”.

No texto, Ribeiro afirma ainda que a exoneração de Divino Sales, publicada no Diário Oficial do DF na última quinta-feira (30/6), ocorreu por vingança por parte de Rodrigo Rollemberg
Procurado pela reportagem nesta sexta-feira (1º/7), o deputado afirmou que sempre deixou claro para o governador seu posicionamento, mesmo quando era líder do governo no início da atual legislatura. Ela destacou ainda que sempre foi independente em relação ao Buriti.

“Eu sempre me posicionei contrariamente ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), mas ele sempre se posicionou a favor. Na verdade, acho que ele é um petista enrustido. Por isso, acho que essa raiva que ele tem é por causa da minha postura contra a Dilma”, afirmou Ribeiro.

A assessoria do governador Rodrigo Rollemberg afirmou que o chefe do Executivo local não irá se posicionar sobre o episódio.

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados