Publicado 31/05/16 às 12:28

Rollemberg não deve ser candidato à reeleição


Informações Ivan Rodrigues, Blog Saúde & Direitos Sociais

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), em conversa com Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB, afirmou que não irá para reeleição em 2018.

Ao analisarem o cenário político e econômico, a conclusão foi que o partido sem os apoiadores de 2014, senadores Reguffe (sem partido) e Cristovam (PPS-DF), ambos ex-filiados ao (PDT-DF), avalizadores da vitória do (PSB-DF) nas urnas e o cenário financeiro do erário público sem perspectivas de melhoras em uma possível reeleição, que o partido sairia menos desgastado ao se retirar da disputa majoritária.
PSB-DF quer eleger federais e distritais em 2018. 

Sem eleger nenhum quadro para as câmaras distritais e federais em 2014, o partido vai apostar pesado em nomes como o do advogado Igor Tokarski, que disputou um mandato de deputado federal pelo partido e conquistou 7,2 mil votos; do professor de cursinho Marcus Pacco, que obteve  27.966 votos; Jaime Recena que conquistou 13,8 mil votos. Para o mandato de deputado distrital o partido vai apostar em nomes como a da deputada Luzia de Paula e Juarezão, ambos deixaram seus partidos e se filiaram ao PSB-DF este ano, em um acordo por mais cargos no governo.

O empresário Jarjour dono da rede de postos de combustíveis que leva seu nome, também será uma aposta ao legislativo local.A incógnita no tabuleiro chama-se Marcos Dantas, atual Secretário de Estado de Mobilidade, que pretende ser candidato a federal, mas o partido não vê que Dantas tenha capital politico para tamanho sonho de desejo.Pelo visto, Rollemberg não quer se igualar ao ex-governador Agnelo Queiroz (PT) e não ir sequer para o segundo turno das eleições, mesmo com toda a estrutura governamental ao seu favor. O cinturão permanecerá com Agnelo Queiroz por mais (04) anos.

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados