Publicado 21/01/16 às 01:12

Será que o comandante responde?

Na estrutura da Policia Militar do DF (PMDF) existem mais de 135 funções gratificadas de chefia e comando privativa de oficiais que são formados justamente para chefiar e comandar. Além disso, há cerca de 150 oficiais e centenas de praças em cargos do Governo do Distrito Federal (GDF) que não dizem respeito a atuação Policial Militar. O custo anual estimado dessas funções e cargos é de 18 milhões de reais. 

Nós temos todas as planilhas se alguém do governo duvidar dessa informação. Esse montante daria para promover todos os policiais militares até o final de 2018, ou seja, o governador agradaria os PMs até o fim do seu mandato. 

Questionamentos 

Não seria coerente com o contribuinte do DF suspender as gratificações até que a situação fiscal seja estabilizada? Não seria melhor  promover os Praças e evitar essa verdadeira panela de pressão como está agora? Por que deixar insatisfeitos os servidores que apresentaram os melhores resultados no primeiro ano de governo? Os praças da PMDF estão sendo punidos por serem competentes? Por que não reconhecer o esforço desses profissionais?

Fica essas perguntas para o governador Rodrigo Rollemberg e o seu novo comandante Marcos Antônio Nunes de Oliveira. 

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados