Publicado 05/11/15 às 16:40

Greves começam a perder força


Essa é a situação de momento. Após o anúncio do fim da greve pelo Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate) feito nesta quinta-feira,05, outras categorias também começam a sinalizar o fim do movimento. Dois grandes sindicatos devem deixar o movimento paredista nos próximos momentos: O Sindireta e o SindSer, responsáveis pelo chamado “carreirão”.

É claro que ainda há a decisão deve ser referendada em assembleia, mas o clima entre os servidores é de acabar com o movimento.

Primeiro, pela transparência adotada pela chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, em escancarar as contas e comprovar que não há como pagar o reajuste imediatamente. 

Segundo, pelo do governador Rollemberg ter sinalizado o possível pagamento dos retroativos em 2017.  

E terceiro, pela população já não ter começado a entender que os movimentos estão muito mais políticos do que meramente reivindicativos.  

O governador ainda terá que enfrentar uma dor de cabeça para acabar com a greve dos médicos. É que o presidente do sindicato, Guttemberg Fialho, que é do mesmo partido de Rollemberg, não engoliu o fato de ter sido preterido na escolha do comando da Secretaria de Saúde. A mágoa veio e ficou.

Fonte: Redação 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados