Publicado 01/10/15 às 08:27

Por Onde Anda?




Por Celson Bianchi - Pedro Passos é empresário e fazendeiro. Começou a vida profissional trabalhando no Banco do Brasil. Foi também deputado distrital por dois mandados. Em 2002 teve 10.590 votos pelo PSD. Na eleição seguinte obteve 20.431 desta vez pelo PMDB. Logo no início da carreira política foi denunciado por grilagem de terra. Chegou a ser condenado a 4 anos de reclusão. O processo ainda tramita nos tribunais. 

Pedro Passos foi ainda secretário de Agricultura na gestão de Joaquim Roriz. Entre os trabalhos desenvolvidos no Executivo do DF estão a criação do programa de incentivo à produção de linhas de crédito para plantio e colheita, à recuperação de estradas vicinais e à compra de máquinas agrícolas da secretaria, a aquisição de grande número de tratores para atender os produtores e o estímulo ao aumento da produção agropecuária em toda a capital federal. Passos também instituiu programas de apoio ao pequeno e médio produtor, estimulando o uso de novas tecnologias de manejo e produção, elevando a produtividade e auxiliando o desenvolvimento do exercício das suas atividades. 

A carreira na política foi interrompida em 2007, quando foi preso pela Polícia Federal na operação Navalha, que apurava desvio de recursos públicos em obras da empreiteira Gautama. Após surgirem gravações em que o então distrital supostamente exigia propina do dono da construtora, Pedro Passos renunciou ao mandato. Hoje cuida de negócios nas áreas da agropecuária e imobiliária.

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados