Publicado 22/09/15 às 11:13

História da Carochinha


Dizem que uma história mal contada é repetida muitas vezes, acaba virando verdade.  Pois é exatamente isto que o Secretário de Mobilidade, Carlos Tomé está tentando fazer, ao tentar justificar o aumento das passagens de ônibus, em percentuais que variam de 50% a 30%, mais do que toda a inflação dos últimos quatro anos. 

Diz o secretário, com a empáfia dos que não respeitam a nossa inteligência: a passagem não aumenta desde 2006. Não é bem assim, porque a tarifa existente até o aumento do pacote de maldades de Rollemberg, vem desde o final de 2011, quando foram assinados os novos contratos. 

Pelo governo Agnelo, aquele que Rollemberg ajudou a eleger. Logo o período anterior não pode e não deve entrar nesta conta. Afinal alguém conhece empresário de ônibus pobre? Passando dificuldades?

Claro que não, estão cada vez mais ricos. E agora vão ficar mais.  Pobre está o povo. Pobre e cansado da mentira oficial decantada até em propaganda paga com o nosso dinheiro.

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados