Publicado 02/09/15 às 09:00

As Upas, o pesadelo e as promessas

Ricardo Vale na UPA de Sobradinho II
O governo de Rodrigo Rollemberg e a sua equipe estão mais perdidos do que nunca. Infelizmente para a população, essa é a dura realidade. Mais uma prova dessa constatação ocorreu com todos enredos dramáticos nesta terça-feira (1º). 

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Sobradinho II e Ceilândia correm o risco de serem fechadas por falta de planejamento. O motivo são os contratos temporários de médicos e profissionais de enfermagem. Os mesmos venceram e o governo não tomou nenhuma providência para reverter o quadro. O fato evidenciou a total falta de planejamento por parte do Governo do Distrito Federal (GDF). 

Evidente que os deputados distritais mostraram toda a sua indignação. "Não são essa duas. O secretário de Saúde, Fábio Gondim, me relatou que outras UPAs podem ser fechadas", alertou o deputado distrital Ricardo Vale (PT). 


Memória - Nas eleições de 2014, o então candidato Rodrigo Rollemberg  gravou programa de campanha em frente a UPA de Ceilândia e disse com todas as letras que iria cuidar da Pasta da Saúde. No vídeo acima, Rollemberg prometeu médicos 24 horas nas unidades. O que mudou de lá pra cá? Vale a pena assistir até o fim, uma vez que o documento consta as promessas para o setor. 

Rollemberg encerra com uma frase profética. "O que falta é gestão". 

Em época de campanha, ler promessas de teleprompter é fácil. No entanto, tirar do papel é que são elas. 


Fonte: Redação  

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados