Publicado 19/08/15 às 07:00

Chega pra lá

Informações Celson Bianchi - Ons e Offs, Alô Brasília 

O Ministério Público do Trabalho apura denúncia contra a deputada distrital Sandra Faraj (SD) de suposto assédio moral a servidores público na época em que ocupou o posto de administradora regional do Lago Norte. 

Seis pessoas a acusam de segregação no ambiente de trabalho, com discriminação a não membros do Ministério da Fé - liderada pelo irmão da deputada, o pastor Fadi Faraj -, além de ofensas públicas. Os ex-chefes de Gabinete e da Assessoria Técnica da administração também são investigados.

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados