Publicado 28/08/15 às 06:00

Apuração


Informações Celson Bianchi 

O contrato firmado em 2013 pela Secretaria de Saúde do DF para prestação do serviço de telemedicina é alvo de investigação no Ministério Público. A contratação foi feita sem licitação e dos mais de 200 pontos de atendimento que deveriam ser instalados, nem metade chegou a funcionar. Há ainda questionamento em torno do número de exames realizados e pagos no período. 

A contratada foi a Associação do Sanatório Sírio de São Paulo. Na época o responsável em tocar o processo de contratação foi o então subsecretário de Atenção à Saúde, Roberto Bittencourt(foto). Em uma outra frente estão sendo analisados contratos que foram assinados na mesma época e saíram do mesmo setor, como os da terceirização de serviços de diagnóstico. 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados