Publicado 21/07/15 às 02:00

O governo blá, blá, blá não sai do lugar


O secretariado do governador Rodrigo Rollemberg teve a sua primeira baixa. O secretário de Administração, Paulo Vogel, deixa a Pasta e vai para o Ministério da Fazenda engrossar as fileiras do Governo Federal. 

A atual gestão do Distrito Federal completa sete meses de vida e até agora não mostrou para que veio. A morosidade e as dificuldades de tomar decisões têm sido a tônica. Esses secretários de Rollemberg são elitistas e verborrágicos, além de mostrarem claramente que são a imagem da inércia administrativa.  

Me arrisco a dizer que esse governo é um dos mais provincianos de todos os tempos. Parece que o mesmo não conhece a realidade das cidades-satélites. Todas as decisões são tomadas de forma desastrada e afeta em cheio, pelo lado negativo, os brasilienses. 

Um governo elitista não sabe o que o povo quer. Bem menos conhece os problemas da cidade. O secretariado de Rollemberg tem a cara do seu governo, que prefere chorar mágoas a tomar ações definitivas. 

Estes sete meses mostram que Rollemberg caiu de paraquedas no Palácio do Buriti. O governador só ganhou as eleições porque tinha adversários como o desastroso Agnelo Queiroz, além de outro, que nunca devia ter saído dos confins, José Roberto Arruda. Deste modo, a eleição caiu no seu colo. 

O despreparo da trupe de Rollemberg é claro e evidente. O fato é que não havia plano algum de governo. Essa é a realidade. Espero que essas minhas linhas sejam um dia desmentidas. Enquanto isso, vamos à praia. 


Fonte: Redação  

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados