Publicado 30/07/15 às 08:00

Atenção aos blogs. São pequenos, porém barulhentos



Informações Blog do Callado 

O primeiro semestre foi marcado por muitas notícias negativas para o Governo do Distrito Federal nos blogs que são lidos por quem faz política na cidade. A população, em geral, está se acostumando a se informar por meio deles. No entanto, deve haver preocupação por parte de membros do governo que fazem a comunicação.
O governo de Agnelo Queiroz (PT) preferiu ignorar esta fatia do mercado de comunicólogos. Ao mesmo tempo, a Câmara Legislativa aprovou a Emenda a Lei Orgânica Nº 74/2014, que obriga o governo a destinar 10% de sua receita para publicidade a estes veículos. E este é o ponto que esta pegando.
Tanto a Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política (ABBP) quanto a Associação de Veículos de Comunicação Comunitária do DF e do Entorno (ASVECOM) são bastante atuantes e fazem a cobertura diária do governo e da política brasilienses. Mas no caso dos blogueiros, a repercussão torna-se grande por conta de propagação de links nas redes sociais. E isto está ganhando força a cada dia.
Muitos assuntos foram destacados exclusivamente por estes blogs e chegaram as páginas dos grandes veículos, jornais, rádios e tevês. Como exemplo, o fechamento do Balaio Café que foi distribuída nas redes sociais e consumida por pessoas ligadas ao movimento cultural. 
Outra questão tratou da possibilidade, em caso extremo, de o governo demitir servidores públicos para conseguir cumpria a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Aqui, o problema foi dissipado por sindicatos de diversas categorias com ajuda dos blogs. A participação de servidores comissionados do governo anterior no atual também bombou nos blogs da cidade. 
As encrencas do atual secretário de Saúde, Fábio Gondim, e as gravações da conversa entre deputados e o governador Rodrigo Rollemberg, também ganharam as manchetes. E tudo começou nos blogs.
Importante ressaltar que a audiência destes veículos está crescendo, mais ainda é pequena. No entanto, o maior problema está no poder de propagação via redes sociais. Quem usa Facebook, Twitter e outras redes sabe que um link é fator determinante para que a informação seja considerada séria e relevante. E isto os blogs fazem muito bem.
Para não incorrer no erro da gestão passada, o GDF deveriam abrir o diálogo com esses comunicólogos e dar início a uma relação de respeito. Mais uma vez, está faltando diálogo. Hora de sentar e ouvir. Depois estudar e propor. Para que não digam que “o governo de Rollemberg é como o de Agnelo no que diz respeito à comunicação comunitária”. Até agora, o governo prefere ir na contramão e tratar o assunto como desimportante

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados