Publicado 29/06/15 às 08:00

"Nosso objetivo é defender os servidores," diz presidente de sindicato


Ibrahim Yusef, presidente Sindireta
Com um início de governo conturbado, onde os servidores públicos sofreram desde ameaça de demissão até ações contra aumento e reestruturação de carreiras, um sindicato figurou como protagonista na defesa dos trabalhadores. O SINDIRETA tomou frente nos embates contra o governo e, em tempos de insatisfação geral com instituições, tem recebido inúmeros novos filiados. "Nosso objetivo é defender os servidores. O reconhecimento é consequência deste trabalho", confirma o presidente da entidade, Ibrahim Yusef, que bateu um papo rápido com o nosso blog.

A ação desastrosa do governo Rollemberg serviu de fermento para os sindicatos?

Acredito que serviu para unir ainda mais os servidores. Foram momentos terríveis. Salários atrasados, ameaças de diminuição de salário e demissão, apresentação de projetos que tratam de aposentadoria sem discussão com os sindicatos e categorias...

Mas o sindicato comprou a briga e saiu vitorioso. Acha que governo aprendeu a lição?

Vitoriosos foram os servidores. O SINDIRETA fez seu papel, trabalhando em um movimento de coalisão. O reconhecimento é muito bom. É sinal de que estamos no caminho certo. Mas no dia seguinte já estávamos atuando em outras batalhas. Nosso trabalho não para. Quanto ao governo, eles têm que entender que os servidores são fundamentais para a construção de um Estado forte.

Qual a luta da vez?

São várias. Os servidores do SLU tiveram uma redução significativa nos seus salários após uma decisão equivocada da justiça. Estamos trabalhando para que o GDF apresente um novo projeto que devolva as conquistas que foram arrancadas de forma injusta. Estamos também trabalhando contra a imposição de PPP’s, que não foram claramente discutidas com a população e com os servidores e estão sendo vistas mais como privatizações. Estamos discutindo os projetos equivocados que tratam da aposentadoria dos novos servidores. Esses são apenas exemplos...

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados