Publicado 05/04/15 às 20:25

Política e futebol no DF:cartolas, carteiras, plateias e gols contra e à favor

Ricardo Vale(de boné) acompanhando a partida
Neste final de semana o blog acompanhou o campeonato candango. Fomos até o estádio Serejão e assistimos Brasiliense e Sobradinho. Para sintetizar: o confronto dos políticos. De um lado, o deputado distrital Ricardo Vale(PT), e do outro, o senador cassado Luiz Estevão. Vale é o presidente do Sobradinho, já Estevão é o presidente do Brasiliense. 

No primeiro jogo um empate de 1 a 1. A segunda partida, que ocorreu neste domingo(5),  mais um empate, só que dessa vez foi um zero a zero. Como o Brasiliense fez a melhor campanha os dois resultados, classificou o Brasiliense. 

No campo o vencedor foi Luiz Estevão. Mas os bastidores dessa disputa foi digna da série House Of Cards, uma trama fervente que tenta retratar a política como ela é. Quem não assistiu, assista para entender o que estou afirmando. 

Antes da partida, houve acusações de suborno e outras coisas mais, a tensão foi total. "Minha vontade é largar isso tudo, do jeito que está não vamos chegar nunca," disse o parlamentar, ao final da partida que eliminou o seu time de coração. 

Conversamos com torcedores do Sobradinho, os relatos são de que Ricardo Valle deu vida nova ao futebol da cidade e caso ele saia da direção do clube sua ausência seria muito sentida. Ficou claro a relação umbilical do parlamentar com o time. 

No Distrito Federal não tem jeito: política e futebol sempre andaram juntos e misturados e Ricardo Vale do auto de sua desilusão, ainda não se deu conta de sua importância no mundo do futebol candango. 

O blog vai acompanhar os próximos duelos. Estaremos de olho no futebol e é claro na política.

Fonte: Redação 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados