Publicado 10/02/15 às 12:51

PPL-DF divulga nota e diz que é contra o aumento de impostos

O PPL-DF em nota diz que não é a favor do aumento de impostos proposto pelo governador Rodrigo Rollemberg(PSB). A nota diz que o governo pode encontra outras alternativas, sem precisar aumentar impostos. Só lembrando que a legenda é aliada do atual governo. Além de ser o partido da deputada distrital Telma Ruffino. 

Nota Oficial 

PACTO PELO DESENVOLVIMENTO DE BRASILIA

O PPL-DF, através de sua Comissão Executiva Distrital, reunida em 9/2/2015, após ampla análise do Pacto por Brasília proposto pelo Governo do Distrito Federal, manifesta sua posição contrária às medidas ali contidas, com algumas exceções, como aquelas que visam a antecipação de receitas, as desonerações de alimentos e medicamentos genéricos e o fim da isenção para carros zero KM. Trata-se de um plano ineficiente para resolver a grave crise financeira que atinge os cofres públicos do DF, pois se baseia, essencialmente, no aumento de impostos e no corte de investimentos, enquanto persistem ameaças inaceitáveis ao cumprimento de acordos trabalhistas com servidores públicos já consagrados.

Diante de um orçamento de mais de R$ 35 bilhões e do anunciado déficit de caixa da ordem de R$ 6 bilhões, este ainda não confirmado pelos órgãos competentes, a saída simplória e fácil de aumentar tributos e reduzir investimentos em serviços públicos penaliza os brasilienses e compromete ainda mais o desenvolvimento de Brasília, revelando dificuldades de se buscar soluções à altura da esperança depositada no atual governo.
A única saída, diante da crise em que nos encontramos, agravada pela política econômica recessiva e antinacional praticada pelo Palácio do Planalto - e para que o atual governo se torne de fato progressista e realizador, como foi propugnado durante a campanha eleitoral, é construir um Pacto pelo Desenvolvimento de Brasília, baseado no estabelecimento de um plano de aumento de riquezas e, conseqüentemente, de receitas em segmentos econômicos para os quais nossa Capital está vocacionada. 
Atrair novos investimentos, especialmente na convencionada indústria limpa (tecnologia da informação, biotecnologia, pólo logístico, etc.); incentivar setores produtivos com grande capacidade de geração de emprego e renda, através de políticas fiscais e de ampliação do crédito; fortalecer cadeias produtivas locais por meio de um ousado programa de compras governamentais, a exemplo do Programa Cartão Material Escolar (PME); acelerar e desburocratizar a concessão das licenças de funcionamento e de construção! Este é o caminho para ampliar e fortalecer nossa base produtiva e contributiva. 

Com isso, geraremos mais riquezas e teremos mais receitas e condições de manter e aprofundar os investimentos em infra-estrutura (mobilidade, energia, água, saneamento, etc.) e na melhoria dos serviços públicos vitais para nossa população (saúde, educação, segurança, ações sociais, etc..).

O GDF deve organizar uma força tarefa nessa direção, principalmente diante de uma draconiana Lei de Responsabilidade Fiscal que, pasmem, está simplesmente impedindo na prática a contratação de médicos, professores, entre outros servidores em áreas essenciais. E buscar a imediata renegociação de sua dívida com a União.
Sabemos que não é uma missão fácil, ainda mais diante de um cenário nacional de ameaça inflacionária e redução brusca das atividades econômicas. O governador Rollemberg, pela sua trajetória e a história de seu partido, não pode ceder à política de arrocho do governo federal. É necessário se contrapor a ela através de um ousado plano de desenvolvimento local e regional, sob pena de Brasília seguir no rumo irreversível do arrocho, da subtração de conquistas e da conseqüente redução da qualidade de vida de nossa gente, principalmente dos mais necessitados.
Nesse sentido, defende a aprovação do PL 141/2015 e a rejeição do PL 142/2015, esse último no tocante ao aumento de impostos,  ressalvadas as outras propostas.

O PPL-DF conclama todas as forças vivas do Distrito Federal a unirem-se e mobilizarem-se na construção de uma verdadeira agenda pelo desenvolvimento!

Brasília, 9 de fevereiro de 2015

COMISSÃO EXECUTIVA DISTRITAL PPL-DF


Fonte: Redação 

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados