Publicado 27/01/15 às 19:06

Em Águas Claras Rubinho chora. No Jardim Botânico, o exemplo


No Jardim Botânico, lideranças dão exemplo...

A escolha dos administradores ainda gera muitas polêmicas. A extinção ou não de algumas Regiões Administrativas está dando “pano para a manga”. Mobilizações ocorrem em algumas cidades, uma das mais organizadas é a do Jardim Botânico, onde moradores e entidades estão unidos e não querem o fim da RA.

Movimento legítimo e feito por pessoas sem interesses escusos. Um exemplo de como a civilidade e comprometimento com o local que mora podem enriquecer o debate político.

...já em Águas Claras

Nem todos seguem o belo exemplo das lideranças do Jardim Botânico. Em Águas Claras algumas “lideranças” estão querendo pressionar o governador Rodrigo Rollemberg em busca de cargos.

Um deles é conhecido como “Rubinho do Restaurante(a parmegiana lá é ótima. Recomendo!),” que já foi chefe de gabinete e até administrador da cidade. A tal “liderança” tem feito de tudo para derrubar a atual administradora.

A intenção de “Rubinho” é voltar para a Administração de Águas Claras e, para isso, ele organiza movimentos e tenta se “cacifar” a todo custo em busca de uma colocação na sua almejada e sonhada administração. Na doce ilusão de que respeito e liderança se faz do dia para a noite.

A história política de “Rubinho” pode ser comparada ao do piloto de fórmula1, Rubens Barrichello. Nunca ganha, mas para ter os holofotes vive chorando pelos cantos.

Se tem uma coisa que o governador Rodrigo Rollemberg terá que mapear é quem é quem nas cidades-satélites. Isso será um passo importante para que ele tenha tranquilidade e possa, finalmente começar a governar.

Por Odir Ribeiro

Fonte: Redação

ZapZap
 
Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados